webmail
CCAMP • Coleção de Campylobacter
A Coleção de Campylobacter (CCAMP) ) possui um acervo de extrema importância para a comunidade científica, uma vez que, atualmente, este grupo bacteriano ocupa local de destaque nas linhas de pesquisas de laboratórios em todo o mundo.

As espécies termofílicas de Campylobacter são consideradas a maior causa de doença diarreica e/ou disentérica de origem bacteriana nos países industrializados, levando a um intenso monitoramento da campilobacteriose por parte das entidades de vigilância epidemiológica. No Brasil, a presença de Campylobacter spp. não é investigada na maioria dos casos de gastrenterites bacterianas, porque as metodologias de isolamento e caracterização são diferentes daquelas utilizadas na pesquisa dos enteropatógenos bacterianos tradicionais, como as salmonelas, as shigelas e os grupos das E. coli. Porém, no controle sanitário dos alimentos de origem animal, em particular das aves, a investigação deste grupo de bactérias vem se intensificando para o cumprimento da nova legislação vigente.

A CCAMP é uma coleção microbiológica, cujo acervo é composto por linhagens de Campylobacter spp. originárias de diferentes fontes, cultivadas, caracterizadas e preservadas pela equipe do Setor de Campylobacter do Laboratório de Zoonoses Bacterianas (LABZOO) do Instituto Oswaldo Cruz (IOC), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz – RJ).

Nessa coleção, estão preservadas cerca de 1.500 linhagens de Campylobacter spp. em estado viável, geneticamente estável e livre de contaminação, que são fornecidas gratuitamente a diversas instituições no Brasil e no exterior, para fins de pesquisa.

Em seu acervo, há isolados de materiais clínicos de seres humanos, culturas oriundas de outros animais de sangue quente, linhagens de origem ambiental e alimentar, além de material de referência proveniente de instituições reconhecidas mundialmente (ATCC e outras instituições).

A vinculação direta da Coleção de Campylobacter com as linhas de pesquisa desenvolvidas no Setor de Campylobacter do LABZOO possibilita a caracterização de linhagens utilizando métodos fenotípicos e genotípicos, acompanhando os avanços tecnológicos da área.

A CCAMP atualmente está filiada a World Federation for Culture Collections, WFCC, sob o registro WDCM 1052.



© 2018 Coleção de Campylobacter, Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz